Núcleo: Brincalhoada

Pesquisadora: Luciana da Conceição

 

Perfil: Turismóloga, Gestora de Projetos Culturais, Agente do Brincar e em processo de formação no Curso de Pedagogia.

Contato: luciana.conceicao@usp.br

Facebook: https://www.facebook.com/lulis.conceicao

“Onde foram parar meus óculos?

Óculos? Você não precisa de óculos!

Sinto saudade daquelas lentes.

Me permitiam enxergar o mundo com a particularidade de uma criança”

 

Onde é que ficou aquele corpo? Será que ficou? Será que se transformou? Será que se perdeu? Onde é que está o corpo que brinca, que imagina, que experimenta, que cria, que se arrisca? Onde é que foi parar a poesia do corpo que ora era fada, ora bruxa, ora cavalo, ora qualquer coisa que quisesse ser? Será que se perdeu? Será que dá pra achar? Talvez esteja aqui comigo, agorinha mesmo, nesse instante. Só não sei como procurar. Ou acho que não sei como procurar. Ou então me convenceram que não dá mais pra achar. Talvez tenha caído nessa armadilha. Refém de uma narrativa. Normativa. Mas, aí está a vida. Convida-me a resistir, criar, romper e ressignificar. Talvez nesta falta esteja exatamente a potência que busco. Generosa a vida. Convida-me a brincalhoar.

 

“Sou hoje um caçador de achadouros da infância. Vou meio dementado e enxada às costas cavar no meu quintal vestígios dos meninos que fomos” – Manoel de Barros

Fotos: Luciana da Conceição